Sobre

Tudo começou com a vontade de criar joias para uso pessoal e logo alguns amigos começaram a pedir e comprar. Na sequência, veículos de moda também se interessaram pelas peças e requisitavam para editoriais, de forma que nasceu a primeira coleção autoral da marca: Garras. A coleção é inspirada nos aracnídeos e nos seus dentes cuticulares. Com isso, começou a ser lapidada a idéia de ter uma marca, era tudo bem caseiro, com pouquíssimo recurso, mas com um desejo latente: criar uma linguagem singular para a joalheria, acessórios democráticos, sutil para o “masculino”, prático para o “feminino”, híbrido e de uso comum entre estes polos, eliminando as barreiras de idade e gênero comum na joalheira tradicional. Mesclando técnicas da joalheira clássica com a arte dos desenhos contemporâneos e uma dose de ousadia, que originam adornos carregados de intensidade, com aspectos escultóricos.

Logo depois, Pedro foi convidado para trabalhar em uma clássica joalheria paulistana, onde assinou uma coleção colaborativa e atuava como designer, ainda mantendo sua produção autoral. Em 2018, ganhou uma bolsa de estudos e foi para Milão se especializar em Design de alta Joalheria no Instituto Marangoni. Lá pode aprofundar seu conhecimento sobre o universo da joalheria e trabalhou desenvolvendo acessórios para um designer que colaborava com marcas internacionais.

No seu retorno para o Brasil, em meados de 2019, lançou o e-commerce da Nart, que vem crescendo de maneira significativa ano a ano.